Saúde Mental: Semana da Pessoa com Deficiência no CPIP

Em conjunto com as atividades que estarão ocorrendo na Semana da Pessoa com Deficiência pelo Rio Grande do Sul, a ONG Centro de Prevenção e Intervenção nas Psicoses, de Porto Alegre, contará atividades internas voltadas para a promoção da Saúde Mental, entre os dias 20 e 24 de agosto, na sede do Projeto Vivendo e Reaprendendo. E, no dia 25 de agosto, estendendo para a Exposição de Tecnologia Assistiva e Inclusão – EXPOTAI, na Ulbra Canoas, sendo este evento organizado pela Faders Acessibilidade Inclusão.

A programação foi pensada com base nas atividades já existentes no Projeto Vivendo e Reaprendendo mas, nessa semana em especial, com o foco na informação sobre Saúde Mental, em conjunto com a Arte.

Na segunda-feira, 20 de agosto, às 15h, a voluntária Simone Rocha irá conduzir um bate-papo “Yoga é Saúde”, com informações a respeito da atividade, seus benefícios, seguido de prática.

Dia 21 de agosto, terça-feira, será um momento de unir duas oficinas que acontecem em paralelo no Projeto: “União Vivendo e Reaprendendo” irá unir a Oficina de Colagem e a atividade de Estimulação Cognitiva em prol de novas possibilidades e vivências para os beneficiários e voluntários envolvidos.

A exposição “A Cura pela Arte” será o destino dos alunos da Oficina de Artes e Pintura na quarta-feira, dia 22 de agosto. Eles irão visitar a exposição, que se encontra Palácio da Justiça, juntamente com voluntárias. “A Cura Pela Arte” conta com pinturas produzidas por internos do Instituto Psiquiátrico Forence, em projeto do artista plástico Aloizio Pedersen.

Na quinta-feira, a partir das 14h30, acontecerá o bate-papo “Café, Artes e Saúde Mental”, com os psicólogos, voluntários, estagiários e beneficiários do Projeto Vivendo e Reaprendendo, sobre Saúde Mental no âmbito das vivências da ONG. O evento é aberto ao público, e é um momento voltado a todos que queiram se informar sobre o tema e as atividades do CPIP. Essa atividade também integrará o Grupo de Conversa, atividade do Vivendo e Reaprendendo com objetivo de estimular a construção da autonomia dos beneficiários por meio da problematização, da troca de informações, experiências e da reflexão sobre assuntos do dia a dia.

Desde o início do mês, o Projeto Vivendo e Reaprendendo conta com uma nova atividade: Clube do Cinema, com o objetivo de exibir filmes, documentários, shows e musicais para os beneficiários conhecerem novas histórias, se divertirem e debaterem. Na Semana da Pessoa com Deficiência, em especial, será exibido o filme “O Lado Bom da Vida”, seguido de debate.

Sinopse do filme: “Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr., um homem com transtorno bipolar, perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de oito meses de tratamento em um estabelecimento de saúde mental para o transtorno bipolar, ele é liberado para os cuidados de seu pai e sua mãe. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa.” (Adaptado do blog Psicoativo).

Sábado nossa Semana se encerra junto com a Exposição de Tecnologia Assistiva e Inclusão – EXPOTAI, na Ulbra Canoas (Av. Farroupilha, 8001 – São José). No sábado, 25 de agosto, às 14h, o CPIP irá participar do evento organizado pela Faders em colaboração com a mestre em Reabilitação e Inclusão Elaine Regina, que irá exibir seu documentário “Vozes do Tempo”, já exibido anteriormente na sede do CPIP, seguido das Danças Circulares.

As atividades na sede do CPIP são abertas ao público em geral e são gratuitas.

Participe e conheça o nosso trabalho!

Dúvidas: contato@vivendoereaprendendo.org.br ou pela nossa Página no Facebook.

Bianca Bueno

Vice-presidente voluntária do Centro de Prevenção e Intervenção nas Psicoses

“A doença mental sob o olhar da Psicanálise” é tema de palestra no CPIP

O Centro de Prevenção e Intervenção nas Psicoses (CPIP) promove palestra “A doença mental sob o olhar da Psicanálise”, que será conduzida pelo voluntário da ONG, o psicólogo José Jacques. O evento vai ocorrer sábado, dia 7 de julho, às 16h, na sede do CPIP, Rua dos Andradas, 1727, sala 64 – Centro Histórico – Porto Alegre, e tem o objetivo de proporcionar um entendimento sobre a estrutura psicótica e suas nuances com a neurose, com base em Sigmund Freud e Jacques Lacan, e no psicanalista brasileiro Contardo Calligaris.

A atividade é aberta a psicólogas/os; estudantes de Psicologia, sociedade em geral; profissionais, gestores e comunidade escolar; que tenham interesse sobre o tema. O conteúdo da palestra irá proporcionar uma compreensão do atendimento clínico: “Sobre como nós atendemos o paciente ao fazer uma escuta psicanalítica, e qual a direção dar ao tratamento – para onde o paciente se encaminha quando visamos uma melhora terapêutica (…) e a importância que a doença mental pode nos ensinar enquanto um contraponto da neurose”, afirma Jacques, que trabalha com psicanálise lacaniana. O evento disponibiliza certificado de horas complementares para estudantes de cursos de graduação.

Para a presidente-voluntária do CPIP, Danielli Silva, a estrutura multidisciplinar da ONG possibilita um intercâmbio de experiências na área da saúde mental, o que resulta na promoção desses eventos. “A interdisciplinaridade é de extrema importância, e falar sobre o olhar da psicanálise neste contexto é reconhecer as contribuições e os saberes específicos dessa prática”, ressalta.

Os interessados deverão entrar em contato pelo e-mail: contato@vivendoereaprendendo.org.br. O valor da palestra é de R$ 20, que deverá ser pago no dia do evento. Todo o valor arrecadado será revertido para as atividades do Centro de Prevenção e Intervenção nas Psicoses, que proporciona a reabilitação psicossocial de portadores de transtornos mentais graves, por meio de atividades laborativas que promovam a ressocialização e convivência desses indivíduos.

José Jacques é formado em Psicologia pela Unisinos e tem uma importante atuação nos estudos de Lacan. O psicólogo já trabalhou na ala Mario Martins do Hospital Psiquiátrico São Pedro, voltado para pacientes com transtornos mentais, e participa da Associação Psicanalítica de Porto Alegre e da Escola de Psicanálise Lacaniana. Em sua produção acadêmica, redigiu a dissertação “A passagem dos nós S-I para nós S-R na direção de cura”, baseada no Seminário 2 de Lacan, para a Clínica Freudiana, em São Leopoldo, onde fez laboratório de psicanálise.

Confirme sua presença pelo evento no Facebook.

Documentário e Exposição dia 10 de maio no CPIP

O Centro de Prevenção e Intervenção nas Psicoses (CPIP) promove exibição do documentário “Vozes do Tempo” e exposição de arte do Projeto Vivendo e Reaprendendo na quinta-feira, dia 10 de maio, na sede do CPIP (Rua dos Andradas, 1727, sala 64).

O documentário “Vozes do Tempo” conta com relatos de alunos do CPIP e da Agafape, sobre a importância da arte em suas rotinas. Os alunos envolvidos possuem diagnóstico de esquizofrenia, transtorno de humor com sintomas psicóticos e outros transtornos psicóticos graves, e participam das atividades das duas entidades. O documentário “Vozes do Tempo” faz parte da dissertação de mestrado da voluntária do CPIP Elaine Regina, mestre em Reabilitação e Inclusão. Elaine Regina é atriz, bonequeira e trabalha com Educação Especial e arte.

Serão oferecidas duas sessões do documentário, uma às 17h e outra às 18h30min.

Confira o teaser do documentário:

Documentário “Vozes do Tempo”
Duração: 15 minutos.
Ano: 2016.
Direção: Elaine Regina
Produção: Bumbá Produtora de Conteúdo

Em paralelo, acontece exposição beneficente com obras de arte dos alunos do CPIP, produzidos nas oficinas do Projeto Vivendo e Reaprendendo. Os quadros estarão à venda com objetivo de arrecadar doações para a ONG.

Além de oferecer um espaço para resgatar a socialização de portadores de transtornos mentais graves, a missão do CPIP é, também, de transmitir conhecimento e conscientizar familiares, alunos, e todo o público interessado, sobre doenças mentais. Esse evento será um momento de escutar as experiências dos alunos através do documentário, e também de conhecer mais a ONG e as atividades que são desenvolvidas nela.

Confirme sua presença no evento do Facebook.

Entrada gratuita. Venha participar desse momento!

Exposição Vivendo e Reaprendendo e Documentário Vozes do Tempo